Pensamentos em Palavras

Só mais um blog na internet…

All My Past Life…

Posted by Rafa de Souza em 26/06/2009

Poesia de John Wilmot, Conde de Rochester (aquele mesmo do filme “O Libertino”). Magnífico poeta, embora hoje seu nome apareça manchado por obras psicografadas; gostaria de ver mais coisas dele escritas, mas não desse jeito.

All My Past Life…

All my past life is mine no more,
The flying hours are gone,
Like transitory dreams given o’er,
Whose images are kept in store
By memory alone.

What ever is to come is not,
How can it then be mine?
The present moment’s all my lot,
And that as fast as it is got,
Phyllis, is wholly thine.

Then talk not of inconstancy,
False hearts, and broken vows,
Ii, by miracle, can be,
This live-long minute true to thee,
‘Tis all that heaven allows.

Nietzsche estava errado: só o presente me pertence. Nem o futuro nem o passado tem que qualquer relação comigo: o futuro é aquilo que poderá algum dia ser, portanto, não pode ser meu; e o passado foi meu, mas já não é nada além de algumas memórias que ainda resistem em algum lugar de mim mesmo. Então, de que importam o futuro ou o passado? Melhor que seja o presente aquele dotado de toda a relevância da vida.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: