Pensamentos em Palavras

Só mais um blog na internet…

Carta de Excomunhão de Espinosa

Posted by Daniel Baseggio em 23/10/2009

Esse é o preço que se paga por ser diferente e original…

Tentativa_Assassinato_Spinoza

Nota do Herém que se publicou da Theba em 6 de Ab, contra Baruch Espinosa

   “Os senhores do Mahamad fazem saber a vossas mercês: como há dias que, tendo notícia das más opiniões de Baruch de Espinosa, procuraram por diferentes caminhos e promessas retirá-lo de seus maus caminhos; e que, não podendo remediá-lo, antes, pelo contrário, tendo a cada dia maiores notícias das horrendas heresias que praticava e ensinava, e das enormes obras que praticava; tendo disso muitas testemunhas fidedignas que depuseram e testemunharam tudo em presença de dito Espinosa, de que ficou convencido, o qual tendo tudo examinado em presença dos Senhores Hahamín, deliberaram com o seu parecer que dito Espinosa seja excomunhado e apartado de toda nação de Israel como atualmente o põe em herém, com o Herém seguinte: Com a sentença dos Anjos, com dito dos Santos, com o consentimento do Deus Bendito e o consentimento de todo este Kahal Kados, diante dos Santos Sepharin, estes, com seiscentos e treze parceiros que estão escritos neles, nós Excomunhamos, apartamos, amaldiçoamos e praguejamos a Baruch de Espinosa, como o herém que excomunhou Josué a Jericó, com a maldição que maldisse Elias aos moços, e com todas as maldições que estão escritas na Lei. Maldito seja de dia e maldito seja de noite, maldito seja em seu deitar e maldito seja em seu levantar, maldito ele em seu sair e maldito ele em seu entrar; não queira Adonai perdoar a ele, que então então semeie o furor de Adonai e seu zelo neste homem e caia nele todas as maldições escritas no livro desta Lei. E vós, os apegados com Adonai, vosso Deus, sejais atento todos vós hoje. Advertindo que ninguém lhe pode falar oralmente nem por escrito, nem lhe fazer nenhum favor, nem estar com ele debaixo do mesmo teto, nem junto com ele a menos de quatro côvados (três palmos, isto é, 0,66m; cúbito), nem ler papel algum feito ou escrito por ele”.

Uma resposta to “Carta de Excomunhão de Espinosa”

  1. Baruch Spinoza (1632 – 1677) – mais tarde Bento de Spinoza – era um judeu – Dutch filósofo. A amplitude e a importância da obra de Spinoza não foi totalmente realizada até anos depois de sua morte com 44 anos. Ao estabelecer as bases para o século 18 Iluminismo e moderna crítica bíblica , incluindo concepções modernas de si e, sem dúvida, o universo, ele chegou a ser considerado um dos grandes racionalistas de filosofia do século 17 . Ele desenvolveu ideias altamente controversas sobre a autenticidade da Bíblia Hebraica e da natureza do Divino.
    http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=http://en.wikipedia.org/wiki/Baruch_Spinoza&prev=/search%3Fq%3Dcherem%2Bespinoza%26biw%3D1093%26bih%3D496

    Onze anos antes, nessa mesma sinagoga, quando o jovem Espinosa tinha apenas 15 anos, ocorreu a retratação de Uriel Acosta, um jovem e inflamado pensador que escrevera um livro negando a imortalidade da alma. Sua penitência foi deitar-se no umbral da sinagoga, enquanto os membros da comunidade passavam por cima de seu corpo. Como Espinosa faria depois, ele poderia ter recusado a penitência e aceitado a maldição. Não o fez. Sentindo-se profundamente humilhado, Acosta, quando retornou à casa, escreveu mais um libelo contra sua comunidade e matou-se com um tiro. O calmo Espinosa foi muito mais forte – não se retratou e saiu da religião dos judeus para entrar na filosofia do Ocidente.
    O excelente relato e documento (já citado pela Marilda) mais o vídeo abaixo a seguir traduz o registro oficial da Cherem, onde me chama a atenção a estória do careca Eliseu (II Reis: 23-25) :
    ”Os Senhores da Ma’amad, tendo muito conhecidos das opiniões mal e atos de Baruch de Espinoza, que endeavord por vários meios e promessas, para transformá-lo de seus maus caminhos. Mas não tendo conseguido fazê-lo consertar seus maus caminhos, e, pelo contrário, diariamente recebendo mais e mais grave informações sobre as heresias abomináveis que ele praticada e ensinada e sobre seus atos monstruosos, e tendo por isso várias testemunhas confiáveis que tenham deposto e testemunhado nesse sentido, na presença do referido Espinoza, que se convenceu da verdade sobre o assunto, e depois de tudo isso tem sido investigada na presença do chachamin honrosa, eles decidiram, com o seu consentimento, que o referido Espinoza deve ser excomungado e expulso do povo de Israel. Pelo decreto dos anjos, e pelo comando dos homens santos, nós excomungar, expulsar, xingar e condenar Baruch de Espinoza, com o consentimento de Deus, Bendito seja Ele, e com o consentimento de toda a Sagrada Congregação, na frente destes santo Scrolls com os seiscentos e treze preceitos que nela estão escritas, com a excomunhão com que Josué proibido Jericó, com a maldição com que Eliseu amaldiçoou os meninos, e com todas as maldições que estão escritas no Livro de lei. Maldito seja ele de dia e maldito seja ele de noite, maldito seja ele quando ele se deita, e maldito aquele quando ele sobe, maldito seja ele quando ele vai sair, e maldito aquele quando ele aparece, o Senhor não poupá-lo, a raiva e a ira do Senhor se enfurecer contra esse homem, e trazer sobre si todas as maldições que estão escritas neste livro, e o Senhor lhe apagará o nome de debaixo do céu, eo Senhor vai separá-lo de sua lesão de todas as tribos de Israel, com todas as maldições da aliança, que estão escritas no livro da lei. Mas você que permanecessem no Senhor Deus estão todos vivos hoje. Nós fim de que ninguém deve se comunicar com ele por via oral ou por escrito, ou mostrar-lhe qualquer favor, ou ficar com ele sob o mesmo teto, ou dentro de quatro varas dele, ou ler qualquer coisa composta ou escrita por ele”.
    Elias tinha subido ao céu num redemoinho. Eliseu era o sucessor de Elias, a voz de autoridade sobre a terra naquele momento. Enquanto Deus teve um plano especial e glorioso com Elias, de arrebatá-lo sem experimentar a morte humana, física, com Eliseu seu plano foi diferente, pois o profeta morreu de morte natural. Quando se dirigia a Betel, o profeta Eliseu foi cercado por 42 meninos, que zombavam dele chamando-o de “careca”. Na zombaria dos rapazinhos, dizendo:
    “Sobe, calvo, sobe, calvo!”, estava implícita a sugestão de que Eliseu também deveria subir ao céu. Em outras palavras, aqueles rapazes estavam dizendo:
    “Vamos ver, Eliseu, prova que tens o mesmo poder, consagração e autoridade de Elias. Sobe também do modo como ele subiu!”.
    Eliseu, que pelo visto não aceitava a calvície, lançou seu olhar fulminante sobre o grupo, “amaldiçoando-os em nome de Javé.” No mesmo instante, duas ursas saem do bosque e matam todos os jovens que fizeram a maldosa piada com o calvo profeta.
    Ora, será possível que Deus tomaria as dores do profeta, apenas por uma inconseqüente brincadeira infantil? Seria um pecado de enorme peso caçoar de um de seus profetas pela falta de cabelo? Javé não poderia ter enviado um anjo e ensinado bons modos àquelas crianças, e evitado aquele flagelo?
    Quem se metia em seu caminho, acabava se dando mal. Todavia, seu final trágico, desproporcional ao ato que o desencadeou, nos incomoda, sobretudo por sabermos que o “mandante” da carnificina, e da excomunhão de Espinosa foi causada por um mitológico chamado de Deus hebraico-cristão.

    Moral fantástica e risível da história: Sinceramente? Acho que essa história poderia facilmente fazer parte de um 11º mandamento: não faça piada de carecas, loiras, ou de qualquer característica do seu próximo, se fizer vai virar comida de urso.

    Espinosa – O Apóstolo da Razão e sem superstição, vídeo:

    Espero que gostem caso já não conheçam.

    Pouco tenho a acrescentar prezados, sobre o “julgamento dos anjos e a sentença dos santos”, que pagou por ser diferente e original… mas o farei com a opinião de Christopher Hitchens no próximo post no Irreligiosos.

    Sds
    Oiced

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: